X

QUERO AGENDAR

VOCÊ DESEJA AGENDAR:
EXAME CONSULTA

Gastroclínica Florianópolis

(48) 3222-6677 (48) 9142-2582 (48) 9694-6075
Diretor Técnico Médico: Amilton Carniel Guimarães - CRM/SC 8079

NOVIDADES

  • O perigo das bebidas energéticas em exagero

    Manter o ritmo acelerado de trabalho, estudos e de uma rotina atribulada não é fácil. Bebidas como café, refrigerantes e energéticos são aliados para os dias mais corridos, mas precisam ser consumidos com atenção. As bebidas energéticas, por exemplo, quando consumidas em excesso podem trazer prejuízos para a saúde.
    Entre as substâncias presentes nos energéticos está a cafeína, que é estimulante do sistema nervoso central e, por isso, ajuda a deixar as pessoas mais alertas. Uma lata de energético pode ser o mesmo que consumir três xícaras de café, bebida que também é rica na substância. Por isso, o ideal é consumir, no máximo, uma lata e meia por dia, já que a cafeína em excesso pode intoxicar o organismo, levando a náuseas, taquicardia, tremores, insônia, irritabilidade e zumbidos.
    Além disso, a cafeína favorece o sistema nervoso a liberar hormônios estimulantes, como adrenalina e noradrenalina e essa dupla pode propiciar o aumento da frequência cardíaca e o estreitamento dos vasos sanguíneos, fazendo a pressão aumentar. Em pessoas com problemas prévios nas artérias, o efeito eventualmente serve como estopim para um infarto ou derrame.
    Outro malefício do excesso de energéticos é uma maior produção de ácidos que irritam a mucosa do estômago, o que pode causar sensação de queimação. O estado de agitação ainda favorece a ocorrência de tremores involuntários pelo corpo todo, inclusive nas pálpebras.
    Uma dica é substituir a bebida energética por bebidas naturais, como o guaraná e até mesmo chá de gengibre, sempre em doses moderadas. O ideal é buscar atendimento médico e descobrir a melhor maneira de manter o pique diário e garantir a prevenção de problemas graves de saúde.Manter o ritmo acelerado de trabalho, estudos e de uma rotina atribulada não é fácil. Bebidas como café, refrigerantes e energéticos são aliados para os dias mais corridos, mas precisam ser consumidos com atenção. As bebidas energéticas, por exemplo, quando consumidas em excesso podem trazer prejuízos para a saúde.
    Entre as substâncias presentes nos energéticos está a cafeína, que é estimulante do sistema nervoso central e, por isso, ajuda a deixar as pessoas mais alertas. Uma lata de energético pode ser o mesmo que consumir três xícaras de café, bebida que também é rica na substância. Por isso, o ideal é consumir, no máximo, uma lata e meia por dia, já que a cafeína em excesso pode intoxicar o organismo, levando a náuseas, taquicardia, tremores, insônia, irritabilidade e zumbidos.
    Além disso, a cafeína favorece o sistema nervoso a liberar hormônios estimulantes, como adrenalina e noradrenalina e essa dupla pode propiciar o aumento da frequência cardíaca e o estreitamento dos vasos sanguíneos, fazendo a pressão aumentar. Em pessoas com problemas prévios nas artérias, o efeito eventualmente serve como estopim para um infarto ou derrame.
    Outro malefício do excesso de energéticos é uma maior produção de ácidos que irritam a mucosa do estômago, o que pode causar sensação de queimação. O estado de agitação ainda favorece a ocorrência de tremores involuntários pelo corpo todo, inclusive nas pálpebras.
    Uma dica é substituir a bebida energética por bebidas naturais, como o guaraná e até mesmo chá de gengibre, sempre em doses moderadas. O ideal é buscar atendimento médico e descobrir a melhor maneira de manter o pique diário e garantir a prevenção de problemas graves de saúde

TRABALHE CONOSCO