X

QUERO AGENDAR

VOCÊ DESEJA AGENDAR:
EXAME CONSULTA

NOVIDADES

  • Conheça os riscos da hipertensão

    A pressão alta, ou hipertensão arterial, é caracterizada pela elevação dos níveis tensionais no sangue. Geralmente a doença vem acompanhada de fatores como obesidade e os sintomas podem passar despercebidos. Cerca de 30% da população brasileira sofre com a pressão alta e a enfermidade já é considerada uma das principais causas de morte no mundo.

    É a pressão arterial que oferece a força necessária para que o sangue corra pelas artérias do corpo, portanto se a pressão estiver muito elevada, há risco de danos aos vasos sanguíneos e aos órgãos. Além disso, em caso de demora no tratamento, as chances de desenvolver outros problemas aumentam.

    A hipertensão causa insuficiência cardíaca, já que aumenta a demanda sobre o coração e com o tempo o órgão cresce para compensar o trabalho e acaba enfraquecido. A insuficiência cardíaca ocorre quando o coração enfraquecido não consegue bombear sangue suficiente para atender as necessidades da pressão arterial. A pressão alta é o maior preditor de insuficiência cardíaca.

    A pressão alta também pode danificar as artérias que levam sangue e oxigênio para o músculo cardíaco. Se esses vasos se estreitarem e forem danificados, um coágulo de sangue pode se formar e levar a um ataque cardíaco.

    O risco de um acidente vascular cerebral aumenta consideravelmente em pacientes com pressão alta. Um coágulo pode se formar e bloquear a artéria. Isto pode impedir o fluxo de sangue para o cérebro, causando um acidente vascular cerebral. A pressão alta também pode causar o rompimento das artérias no cérebro. Isto resulta em outro tipo de AVC, chamado de AVC hemorrágico.

    A hipertensão também implica em danos aos rins, através dos danos nas artérias que suprem os rins e prejudicar a visão, pois pode danificar os vasos sanguíneos que alimentam os olhos. Os vasos sanguíneos podem estourar ou sangrar, causando visão embaçada e cegueira.

TRABALHE CONOSCO