X

QUERO AGENDAR

VOCÊ DESEJA AGENDAR:
EXAME CONSULTA

NOVIDADES

  • Biópsia através de endoscopia: entenda como funciona

    A endoscopia digestiva alta, ou simplesmente endoscopia, é um exame que analisa a mucosa do esôfago, estômago e primeira parte do intestino delgado. Ele é feito usando um tubo sensível (endoscópio) que tem na ponta um chip responsável por capturar as imagens do sistema digestivo, como uma câmera. No momento do exame o médico pode visualizar e também realizar intervenções simples nestas partes.

     

     

    Pedido de exame

    Seu médico pode solicitar o exame em caso de um ou mais sintomas como:

    - Sentir que a comida está presa atrás do esterno (osso localizado no tórax);
    - Fezes negras;
    - Vômito com sangue;

    - Sentir-se satisfeito mais cedo do que o normal ou depois de comer menos do que o habitual;
    - Azia;

    - Baixa contagem de hemácias (anemia), que não pode ser explicada;
    - Dor ou desconforto na parte superior do abdômen;
    - Problemas de deglutição ou dor ao engolir;
    - Perda de peso que não pode ser explicada;
    - Náuseas e vômitos que não passam.

    Ou ainda em caso de cirrose no fígado, doença de Crohn, ou acompanhamento de alguma doença digestiva já diagnosticada.

    Como é feito

    O paciente recebe sedação intravenosa e anestesia local na garganta com xilocaína (opcional). Um protetor de boca será inserido para proteger seus dentes do endoscópio. Na maioria dos casos, uma agulha será inserida numa veia do braço para o paciente ser medicado durante o procedimento. Depois que os sedativos fizerem efeito, o endoscópio é inserido através do esôfago no estômago e no duodeno. O chip captura as imagens que são transmitidas para uma máquina processadora, que exibe as imagens por uma tela em tempo real. O revestimento do duodeno, esôfago, estômago e intestino superior é examinado.

    Além de capturar imagens, o exame de endoscopia também é usado para realizar biópsias. Após o teste ser concluído, você não será capaz de comer ou beber até que a sedação e anestesia percam o efeito.

    Antes do exame é necessário ficar em jejum absoluto de oito horas. Já após a biópsia, o paciente não poderá fazer qualquer atividade que exija muita concentração, como trabalhar ou dirigir. O ideal é que ele saia do hospital e fique em casa, em repouso, até o efeito do sedativo cessar completamente.

TRABALHE CONOSCO